Matemática velha e inútil? Ou não sei Matemática?

24.10.2017

 

 

Com toda a travessia dos alunos em seus anos escolares, o aluno se decepciona com a Matemática, que vem transparecendo velha e inútil. Cada vez mais decepcionado, mais desanimado e desinteressado vai ficando. É responsabilidade de o professor aprender a quebrar esse ciclo? Ou será a orientação capaz disso? Ou, talvez, é o prórprio aluno? Pois só existe uma pessoa no mundo capaz de ensinar Matemática ao aluno, e ela é o próprio aluno.

 

A escola é um ponto de encontro, o professor é um orientador (que cabe a ele orientar o que estudar e tirar as possíveis dúvidas) e o livro didático é um apoio para extrair atividades. Lugar de estudar é em casa.

 

Aquela frase que pega todo professor de Matemática de surpresa ao estar aplicando um conteúdo: “ Para que serve a Matemática? Onde vou usar isso?”

 

Todo professor de Matemática ( na realidade, todo adulto seja responsável pelo aluno, incluindo pais, tios, irmãos) deve se preparar para uma resposta adequada quanto a um questionamento desses, onde de fato a escola passa uma imagem errada de como a matemática funciona, realidades essas que alunos se deparam por via indireta com referências antigas (Papiro de Rhind, 1.650 anos antes de Cristo), (orientações pitagóricas, 530 anos a.C.),(Teoremas como o de Pitágoras e descoberta dos números irracionais, 1707), entre outros. Trazendo uma impressão de que a matemática é tão velha que já inventaram e descobriram de tudo.

 

Mas qual a solução?

A solução em questão, vai determinar o destino matemático do aluno. Seja na própria área da matemática, seja na música, seja na astronomia, na medicina, no comércio ou em qualquer outra área.

Duas opções: Seguir como matemático profissional ou, menos obvio, profissional de qualquer área do conhecimento ou da economia, ter em tese  a chance de colocar sua matemática em prática, bastando apenas um jeito de aplicar tudo que aprendeu em prática.

 

Qualquer dos dois casos, a responsabilidade de estudar matemática cabe ao JOVEM EXCLUSIVAMENTE. Ele é o sujeito solitário dessa ação. Não pode esperar um professor graciosamente enfie um rol mínimo de conceitos matemáticos importantes na sua cabeça.

 

A Matemática é uma estrutura, o que se aprende em um ano curricular, será necessário ser utilizado pós ano. Caso o aluno não chega à aprendizagem de determinado conceito ou operação no ano corrido, será altamente prejudicado em ano posterior, pois a Matemática é cumulativa, é necessário o saber anterior para a compreensão do novo saber. Esse é o fatal e constante pecado ocorrido por grande parte dos alunos e pelo sistema escolar que acaba elevando o nível escolar do aluno sem que esteja devidamente preparado.

 

Mesmo que o professor seja um ótimo matemático, aprimorado altamente para lecionar a disciplina, todo aluno precisa de respostas de cunho e que venha a ter determinado interesse, interesse esse que surja de suas próprias cunhas, de suas próprias ações, resumidamente....estudar! E jamais deixar de consultar seu ORIENTADOR...o professor.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Instituto de Ciências e

Matemática

© 2023 por Cientista. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey