Quer dormir na Lua?


Imagine que, certa noite, está com insônias e decide retirar o lençol, que tem apenas 0,4 mm de espessura. Dobra-o uma vez, ficando com 0,8 mm de espessura. Daí, quantas vezes terá de o dobrar se quiser tornar a espessura do lençol igual à distância entre a Terra e a Lua?

A resposta extraordinária é que, se dobrar o lençol em apenas 40 vezes, então dormirá na Lua! Infelizmente, não é fisicamente possível criar muitas dobras em objetos físicos como o caso do lençol.

Em 2001, Britney Gallivan(nascido em 1985) de Pomona, Califórnia , determinou as equações que caracterizam o limite sobre o número de vezes que podemos dobrar uma folha de papel de um tamanho determinado numa única edição. Ficando claro matematicamente que à décima primeira dobra do papel em metade, perdeu-se o equivalente a 700 074 vezes de material, nas arestas curvados ao longo das dobragens, como se perdeu na primeira dobragem. Isso se aplica no caso do lençol. Vai dormir na Lua?

Instituto de Ciências e

Matemática

© 2023 por Cientista. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey