Odómetro das Formigas

As formigas são insetos sociais que evoluíram das vespas. Pertencem à família das Vespídeas do período Cretáceo médio, há cerca de 150 milhões de anos. Após a ascensão das plantas angiospérmicas, há cerca de 100 milhões de anos, as formigas diversificaram-se em numerosas espécies.

As formigas do deses do Sara, conhecidas or Cataglysphis fortis, percorrem longas distâncias sobre terreno arenoso, muitas vezes sem quaisquer referências, enquanto procuram alimento. Estas criaturas são capazes de voltar a casa através de um caminho direto em vez de reconstituírem o caminho de onde partiram. Além de serem capazes de decidir sobre a direção a tomar, de usar a luz do Sol para se orientarem, têm também, aparentemente, um "computador" incorporado que funciona como um odómetro que conta os passos e lhes permite medir com exatidão as distâncias a percorrer. Uma formiga pode percorrer cerca de 50 metros até encontrar um inseto morto, do qual arranca um pedaço, trazendo-o diretamente para o seu ninho, por um túnel, muitas vezes com menos de um milímetro de diâmetro.

Através da manipulação do comprimento das pernas da formigas para lhes permitir dar passos mais largos ou mais curtos, uma equipe de investigação alemã e suíça descobriu que as formigas "contam" os passos para calcular as distâncias. Por exemplo, depois de chegarem ao seu destino, as pernas foram alongadas com a introdução de pernas de pau ou encurtadas através de amputação parcial. De seguida, os investigadores colocaram as formigas no mesmo sítio para que estas pudessem iniciar o caminho de regresso ao ninho. As formigas com as pernas de pau caminharam uma distância mais longa e passaram o ninho, ao passo que aquelas cujas pernas foram amputadas encerraram o trajeto antes de lá chegar. Porém, se as formigas começassem a sua viagem a partir do ninho com as penas modificadas, seriam capazes de contar corretamente as distâncias. Este fato sugere que o comprimento das pernas é fator crucial. Além disso, o computador altamente sofisticado incorporado no cérebro da formiga permite-lhe calcular uma quantidade associada à projeção horizontal do seu percurso para que não se perca, mesmo se, durante a viagem, o terreno arenoso for composto por montes e vales.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Instituto de Ciências e

Matemática

© 2023 por Cientista. Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Facebook Clean Grey
  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey